Não acredito em muitas coisas que escuto de alguns cristãos...

A Bíblia mudou?

Bem Vindo


Minha foto
Mauá, Sampa, Brazil
Casada, mãe, pastora, apaixonada por Cristo.

quarta-feira, maio 05, 2010

Tatuagem... eu posso?


Algumas pessoas me procuram para saber se tatuagem é pecado... confesso que cresci acreditando que sim, sempre tive vontade de fazer uma tatuagem, mas, os versículos que li e fui instruída a seguir me diziam que isso era errado.
Tenho pensado muito a respeito do assunto e essa responsabilidade em dizer aos outros se é certo ou errado tem me preocupado muito.

Pra que uma tatuagem? Por que? Não seria vaidade?
Sim seria! Brinco é vaidade, roupa nova é vaidade... na verdade, tudo é vaidade!
Alguns cristãos me dizem: nossa marca deve ser Cristo,nós já temos uma "marca", um "selo", algo que se adquire pela fé, e que marca nenhuma possa substituir. Concordo plenamente.

Uma tatuagem pode ter muitos significados, muitos dos quais anti-cristãos. Certamente os cristãos não devem se identificar por elas, mas pelo amor a Deus e ao próximo, esta é a maior marca. O meu medo é que a questão de usos e costumes se transforme em uma batalha na igreja. Devo evitar qualquer semelhança com rebelião, nunca usaria o símbolo da "anarquia", do "nazismo", da "cruz invertida"... mesmo porque uma tatuagem assim não seria bem vista pela sociedade . Não condeno uma pessoa que se diz cristã e usa as iniciais do nome de um filho na pele, o que não concordo que se use o nome de Deus em vão, seja em tatuagem, camisetas ou palavras.

Existe um costume entre os presidiários usar uma cruz tatuada quando o individuo é convertido dentro da prisão... e aí eles vão para o inferno?

Não quero ser, aqui, uma defensora de uso de tatuagens, apenas quero entender o certo e errado, apenas desmistificar o tema.

Condeno, como cristã, tatuagens aos deuses, caveiras, demoníacas e depreciativas. No mais não posso condenar um irmão ou irmã por ter uma "marca" em seu corpo que não ofenda Cristo.

Tatuagem é cultura. Todos nós somos influenciado pela cultura, não quero dizer que o mundo está dentro da igreja, mas, a igreja está no mundo, e sei que ela não deve se contaminar, ao contrário, deve sarar o mundo, a dúvida é : o que é mundo? . Vamos contextualizar: é algo muito sutil e "inocente" um líder de igreja pregar somos o mundo dentro da igreja, e usar, por exemplo, uma camisa polo Lacoste , "quando não é pirata", custa em média 100 reais e onde está o seu valor? respondo: na marca. Claro que o jacarezinho não está tatuado na pele, mas transmite uma mensagem cultural, e assim nos tornamos presos à cultura.

Se quando era pequena achava que tatuagem era pecado e agora acredito que não, isso significa que a bíblia mudou? Não! Significa que quando pesquisamos determinados assuntos, descobrimos que nem tudo é proibido por Deus como o homem prega. Enfim, é INACREDITÁVEL o tempo que se perde proibindo coisas ao invés de pregar a salvação!

Não pretendo fazer uma tatuagem, não acho legal uma pastora se tatuando, acho que abriria muitas portas para alguns " irmãos " se escandalizarem ! E outro motivo é o fato do medo que tenho da agulha... brincadeiras a parte, acredito que o interesse maior de Deus está no coração do Homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário